5 Atitudes Essenciais para Potencializar sua Comunicação na Liderança

Tempo de leitura: 4 minutos

Publicado na Revista Acime ( 15ª edição), da Associação Empresarial de Medianeira.

Quer conferir a matéria na revista? Acesse AQUI!

Quem não COMUNICA não LIDERA! Palavra de lei nos meus processos de coaching comportamental e mentoria. Para uma liderança de resultados, é preciso saber lidar com pessoas. E para chegar até as pessoas, precisamos nos comunicar com empatia e de forma eficaz. A qualidade da comunicação influenciará diretamente nos resultados alcançados por cada colaborador e é de vital importância para uma organização desenvolvida.

Comunicar-se exige atitude e interesse por parte do emissor. Só, podemos dizer que a comunicação foi bem feita quando o interlocutor realmente compreende o que foi dito e ambos saem satisfeitos.

Conheça agora 5 atitudes, que considero indispensáveis para você obter maior assertividade e dar uma guinada na sua forma de se comunicar:

1. Tenha um objetivo

Qual o seu objetivo? Defina o que você deseja com a conversa. Saber claramente o que quer permite que expresse sua intenção, elimine ruídos desnecessários e possa ficar satisfeito obtendo o resultado esperado. Por exemplo: “Eu quero que minha equipe me ouça com atenção, entenda a tarefa que deleguei e execute com entusiasmo”, é bem melhor que: “Não adianta, eles não ligam para o que eu falo”.

2. Avalie

Perceba quais resultados está obtendo e quais ações têm realizado para consegui-los.  A partir disso terá ideias de como melhorar. Seguindo o exemplo acima – quero que minha equipe me ouça e execute as tarefas com entusiasmo – posso desejar este resultado, mas então preciso avaliar se estou dedicando à atenção necessária na hora de delegar as atividades.

3. Certifique-se

Não deixe subentendidos em meio a uma conversa. Faça perguntas para checar se a outra pessoa realmente entendeu o que falou. Ou ainda, se estiver do outro lado, questione para saber se você realmente entendeu o que ouviu. E, aproveite para ser delicado – por gentileza poderia repetir, poderia detalhar um pouco mais, o que exatamente você quis dizer, deixe-me ver se entendi – não interprete por sua conta.

Você já saiu de uma conversa com uma sensação estranha, de que há algo errado, mas não sabe exatamente o que é? Muitas vezes, pode ser somente uma interpretação equivocada e/ou a falta de uma perguntinha a mais: “Fiquei com a impressão X,Y,Z, era isso mesmo que você quis passar? O que podemos fazer para resolver isso?”

Se deixamos “pra lá”, um pequeno receio pode se tornar o primeiro tijolo de um grande obstáculo no relacionamento futuro.

4. Esteja aberto ao outro

Esteja aberto às outras pessoas. Para se comunicar bem, você precisa se importar com elas, prestar atenção de verdade e elas te darão todas as pistas! Então, comece zerando os seus pensamentos e ouvindo. Sim, para uma boa comunicação ouvir é tão essencial quanto falar, os dois precisam estar na medida certa. Vejamos dois exemplos:

O chefe sai de uma reunião e alguém já comenta com os colegas: “Viiiiichi….olha a cara do chefe!” Quem já não ouviu esse comentário!? Qual a contribuição que ele trás para a equipe? Automaticamente estabelece uma barreira “imaginária” ao diálogo, colocando todos na defensiva.

Uma atitude assertiva é não se permitir, interpretar pela sua ótica, pelas suas experiências e esperar um minuto a mais para constatar pelos fatos que realmente ocorrerem. Respeitando o jeito e o momento de cada um, evitando rotular as atitudes e as pessoas, causando murmurinhos e resistência à comunicação.

A pessoa fala: “Gostaria de mudar de empresa”, e você já pensa ou até fala: “Nossa, a empresa investiu tanto nela, tem tanta gente que gostaria de estar no lugar dela; não sabe dar valor mesmo!”, com essa atitude, você não se permitiu descobrir o que realmente está motivando a saída do colega ou colaborador.

Ao ouvir você perceberá muitos aspectos e entre eles, como a pessoa pensa, o que ela espera, o que ela gosta e o que não gosta, sem tirar as suas próprias conclusões… sem completar as frases, permitindo inclusive a percepção de oportunidades de melhoria. Desta forma, muitos dos ruídos que ocorrem na empresa (e também, na família), serão eliminados. Faça essa experiência, coloque-se em atitude de OUVIR AGRESSIVAMENTE e FALAR SUAVEMENTE, garanto que você vai se surpreender.

5. Seja flexível

Esteja aberto a mudanças, permita-se criar estratégias para melhorar a sua comunicação. Se você sabe o que quer, compare com que está obtendo e ajuste a sua conduta. Não espere do outro, quando mudamos as pessoas mudam. Se precisar de ajuda, não hesite em procurar. Comunicar-se com assertividade é sinônimo de assertividade nos resultados.

Quer tornar a sua comunicação mais assertiva?

Clique aqui e me chame no whatsapp.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *